Hardware and Software Asset Lifecycle Management

O serviço de Lifecycle Management tem como objectivo evitar situações nas quais são efectuados investimentos em tecnologias que não vão ao encontro das reais necessidades do negócio ou que são sobredimensionados. Em contraste, tem igualmente o propósito de evitar situações nas quais a produtividade é minada pela escassez da tecnologia existente ou por uma ineficiente utilização da mesma.

Ambos os cenários descritos frequentemente surgem e muitas vezes coexistem na mesma organização: Gestores, clientes e equipas de TI são muitas vezes influenciados por tecnologias que na realidade não necessitam e nelas investem sem considerar outros elementos como aplicações, hardware e serviços o que implica custos adicionais.

Uma das principais tarefas da Blue Chip é qualificar a percepção de que um aumento de capacidade tem custos exíguos. Embora, como resultado da queda de preços de hardware e aplicações, o custo de aumentar a capacidade possa não parecer muito bom, administrar e manter uma estrutura desproporcionada pode ter custos elevados a longo prazo.

Os principais benefícios da Lifecycle Management são:

  • Optimização de performance dos recursos de TI.
  • A capacidade necessária está disponível quando é precisa, evitando um impacto negativo na qualidade de serviço.
  • Despesas desnecessárias causadas por compras de “última hora” são evitadas.
  • A evolução da infraestrutura é planeada, permitindo ir ao encontro das reais necessidades do negócio.
  • O custo de gestão e manutenção associado a hardware não necessário ou obsoleto é reduzido.
  • Possíveis falhas e incompatibilidades na infraestrutura são reduzidas.

Em sumário – A gestão de compras e manutenção de serviços de TI é racionalizada, com uma consequente redução nos custos e igualmente um aumento na performance.

A implementação de um apropriado plano de "Assets Lifecycle" pode igualmente encontrar dificuldades tais como:

  • Informação insuficiente para um planeamento realístico de Capacidade.
  • Espectativa não realista acerca das reduções de custo e evoluções na performance.
  • Recursos inadequados, para monitorizar correctamente a performance.
  • Infraestrutura de TI muito distribuída e complexa.
A Blue Chip pode oferecer a melhor tecnologia, hardware, software e serviços necessários para atender a todos os seus desafios e expandir as suas capacidades.